Estrutura Curricular

  Objetivos Educacionais e Estratégia Didático-Pedagógica

A amplitude, diversidade e complexidade das relações que os diversos componentes do ambiente mantêm entre si são responsáveis pelo seu equilíbrio, de tal forma que as intervenções que provocam alterações nessas relações podem desencadear processos igualmente complexos de mudança, até que novas condições de equilíbrio se estabeleçam. Essa característica, inerente aos processos ambientais, torna natural a adoção de estratégia didático-pedagógica que valorize não apenas o conhecimento específico de uma determinada matéria curricular, mas as relações entre os conteúdos das diferentes áreas de conhecimento envolvidas.

Da mesma maneira que cada componente do meio faz parte de um quadro complexo e é afetado, em maior ou menor escala, pelos outros componentes, assim também, um determinado conteúdo curricular tem sua importância na medida em que se relaciona com os demais e participa do processo de ensino-aprendizagem do todo.

Portanto, ao se definir a estrutura curricular, considerou-se não só a presença de conteúdos específicos, mas também a estratégia didático-pedagógica adotada, como igualmente importantes para se atingir os objetivos educacionais pretendidos. Primeiramente, definiu-se a temática do curso em função de seu objetivo geral e os seguintes temas foram dispostos seqüencialmente:

  • Ecossistemas Aquáticos, Terrestres e Interfaces
  • Caracterização Ambiental: Bacia Hidrográfica
  • Impactos e Adequação Ambiental
  • Ações Mitigadoras de Impactos Ambientais
  • Gestão Ambiental

Na montagem da estrutura curricular, os temas foram transformados em disciplinas seqüencialmente dispostas ao longo do currículo, conferindo-se-lhe a necessária unidade. Essas disciplinas foram designadas por "disciplinas temáticas". Dada a natureza multidisciplinar e disposição seqüencial na estrutura curricular, cabe à disciplina temática a integração do conteúdo programático das demais disciplinas oferecidas. Exceção a essa regra destaca-se somente o conteúdo temático de Gestão Ambiental abordado em duas disciplinas designadas como Instrumentos de Política Ambiental e Sustentabilidade e Gestão Ambiental oferecidas no quinto ano (nono período) do curso de Engenharia Ambiental.

  Características Gerais do Currículo

O currículo foi proposto para ser cumprido no prazo mínimo de cinco anos com disciplinas semestrais. O número de créditos de cada disciplina é fixado em função das atividades em classe e extra-classe, tais como aulas de laboratório, de campo, de projeto e outras, definidas nos respectivos programas. A integralização do currículo exige o cumprimento de 4.500 horas, sendo 3.510 horas destinadas a créditos aula, 120 horas de créditos optativos e 870 horas para créditos trabalho (já incluídas 180 horas de estágio supervisionado e 120 horas de trabalho de graduação).

Os alunos cumprirão um elenco de disciplinas comuns e três disciplinas específicas de área, escolhidas pelos alunos no quinto ano do curso, dentro das áreas de Gestão Ambiental, Tecnologia Ambiental e Geotecnia Ambiental. Os alunos poderão cursar todas as disciplinas eletivas de uma mesma área ou cursar eletivas de áreas variadas.

Área restrita



Esqueci Minha senha

Busca

Notícias


JUL 03
Avaliação das disciplinas

Está no ar o formulário para avaliação das disciplinas do curso de Engenharia Ambiental da EESC.

 

» leia mais

MAI 12
Semana da Engenharia Ambiental

A Semana da Engenharia Ambiental chega à sua 13º edição, entre os dias 16 e 20 de maio.

» leia mais

» mais notícias
X